PE html> CORECON MG – 20 PERGUNTAS A SEREM RESPONDIDAS PELOS CANDIDATOS NO SEGUNDO TURNO

Comunicação

Notícias

Notícias

20 PERGUNTAS A SEREM RESPONDIDAS PELOS CANDIDATOS NO SEGUNDO TURNO

Compartilhar:
Como Presidente do Conselho Regional de Economia de Minas Gerais, sigo preocupado com os destinos do país e com o futuro de nossa economia. O discurso do ódio, a propaganda enganosa, feita pelas redes sociais, que cria falsas verdades e enaltece falsos líderes, precisa ser combatido. O país precisa de saber exatamente o que propõem as equipes econômicas dos candidatos, sem bravatas.
Acredito que com o crescimento econômico e a retomada das políticas sociais e ambientais, o ajuste necessário se fará com mais facilidade e menor custo social. O crescimento econômico produz o crescimento da arrecadação e com isso o déficit primário diminui, fazendo com que o ajuste seja mais factível do que em um ambiente recessivo.
Cabe ao Estado olhar para o conjunto do país, inclusive para os que não tem aplicações no mercado financeiro, que são a esmagadora maioria dos brasileiros em busca de emprego ou em condições precárias de emprego.
Neste sentido gostaria de ver respondidas estas 20 questões que se seguem, que colocam enormes desafios para o futuro presidente a ser eleito em 2018. Com elas não pretendo esgotar o leque de preocupações que bate à porta de cada brasileiro, mas permitir que tenhamos um melhor esclarecimento das propostas.
Como bem disse o jornalista André Araújo em artigo publicado no site jornal GGN: “Politica econômica é uma combinação de ações com o menor custo social possível, não é e nunca foi uma politica de um só objetivo como a que se pratica hoje no Brasil”.
Na oportunidade reafirmamos nossa fé inabalável na democracia, no respeito às diferenças e na construção de uma sociedade mais justa, menos desigual, com mais oportunidades para todos: jovens e idosos, homens e mulheres, pessoas de todos os credos e raças, trabalhadores e empresários.
 
#1 Como fazer para tirar 13 milhões de brasileiros e brasileiras do desemprego?
#2 Como fazer o ajuste fiscal necessário para equilibrar as contas públicas?
#3 Como lidar com uma dívida interna, que rapidamente se aproxima de 80% do PIB?
#4 Qual a sua proposta para a reforma da Previdência?
#5 Como lidar com as despesas constitucionais obrigatórias, que tornam difícil cortar gastos por sua natureza não discricionária?
#6 Como adequar os gastos tributários (subsídios) à realidade de um país com excesso de gastos, baixo nível de investimentos e ausência de controle de seus efeitos e impactos?
#7 Como lidar com os reajustes de salários do funcionalismo público?
#8 Como retomar a política social visando a redução da pobreza e das desigualdades?
#9 Como lidar com as necessidades do ensino infantil, seguir melhorando no ensino fundamental e enfrentar a crise do ensino médio?
#10 Quais serão as regras propostas para o reajuste do salário-mínimo a partir de 2019?
#11 O que fazer com a regra do Teto de Gastos, mecanismo foi concebido para reduzir o ritmo de crescimento das despesas não financeiras do governo federal?
#12 Qual sua proposta de reforma tributária?
#13 Qual a sua proposta para reduzir os juros, que no Brasil são muito elevados em relação a qualquer país capitalista do mundo?
#14 Como o Estado deve atuar para ajudar na retomada do desenvolvimento do país?
#15 O que fazer com o Programa de Desestatização?
#16 Quais são as propostas de reforma microeconômica, em especial no que se refere à reforma trabalhista, melhoria de nossa produtividade e redução da carga tributária?
#17 Como manter a estabilidade dos preços, com inflação dentro da meta?
#18 Como ampliar o padrão de competitividade do país?
# 19 Como retomar o planejamento de longo prazo no Brasil, incluindo o planejamento regional e urbano, visando a redução de desequilíbrios?
# 20 Como fazer do Brasil um país social e economicamente justo, respeitado o estado democrático de direito?
cankaya escort
escort bodrum
bayan escort
turk porno
huluhub.com