POR QUE SE REGISTRAR?

PF / PJ

O REGISTRO NOS CONSELHOS DE ECONOMIA
Os conselhos de classe foram criados por Leis Federais para defender a sociedade do mau exercício profissional, impedindo que leigos, inabilitados, exerçam atividades profissionais, que necessitam de técnica e conhecimento para o seu exercício, e, especialmente, no sentido de se preservar a ética profissional.
Apesar da liberdade profissional assegurada pela Constituição/1988, coexiste paralelo a esse direito, uma limitação à liberdade, ao se exigir do profissional, qualificações técnicas para o exercício de algumas profissões.
A Lei Federal nº 1.411/51 regulamentada pelo Decreto nº 31.794/52, criou o Conselho Federal de Economia, os Conselhos Regionais, e determina que, somente poderão exercer a profissão de economista, os profissionais e pessoas Jurídicas, registrados no CORECON da jurisdição onde atuam, explicitando ainda, que: A falta do registro no Conselho, torna ilegal, e punível, o exercício da profissão de economista.
O registro no Conselho de Economia visa à habilitação legal do profissional ao exercício das atividades técnicas relacionadas à economia e finanças, assim como, as pessoas jurídicas que mantêm atividades relacionadas às atividades do profissional Economista, prevendo ainda, que, somente terão
valor jurídico, os documentos referentes à ação profissional, que forem assinados por economista devidamente registrado no CORECON-MG, na jurisdição onde exerce suas atividades.

DOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS AOS REGISTRADOS PELO CORECON-MG:
Aos Registrados no CORECON-MG, são concedidos diversos benefícios:
1º- As Economistas , em dia com CORECON, que completam 65 anos de idade e 15 anos de efetivo registro, em um ou mais conselhos, poderá requerer o “TRATAMENTO ESPECIAL EM FUNÇÃO DA IDADE”, que lhes concedem o desconto de 70% sobre o valor da anuidade, após a concessão do BENEFÍCIO, a manutenção do registro e Carteira de Identidade Profissional.
Aos economistas do sexo masculino, em dia com o Conselho, será concedido o mesmo benefício a partir dos 70 anos de idade e 15 anos de efetivo registro em um ou mais conselhos.
2º- Poderá ser concedida a SUSPENSÃO DO REGISTRO EM VIRTUDE DE DOENÇA, aos economistas que comprovarem afastamento integral das atividades laborativas, com a percepção de auxílio-doença previdenciário, a cargo do INSS, pelo mesmo período concedido pela Previdência Social, desde que, o benefício seja concedido por período igual ou superior a cento e oitenta dias.
3º- Poderá ser concedida a SUSPENSÃO DO REGISTRO PARA OS ECONOMISTAS MATRICULADOS EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REALIZADOS NO BRASIL, com duração superior a 360 (trezentas e sessenta) horas/aula, licenciados, sem remuneração, ou que comprovem efetivo desemprego ou dedicação exclusiva ao estudo.
4º- Poderá ser concedida a SUSPENSÃO DO REGISTRO EM VIRTUDE DE DESEMPREGO aos economistas que comprovarem não exercício temporário da profissão, e não exercício de qualquer atividade profissional, de qualquer tipo ou natureza.
5º- Poderá ser concedida aos economistas a SUSPENSÃO DO REGISTRO EM VIRTUDE DE AUSÊNCIA DO PAÍS A ESTUDO OU TRABALHO, durante o tempo do período integral de ausência no exterior.
Visando o bem estar e a saúde dos Economistas e seus familiares, o CORECONMG firmou diversos CONVÊNIOS com empresas e entidades prestadoras de serviços médico- hospitalares, odontológicos, cursos de Pós-Graduação, perícias, línguas, dentre outros que encontram-se em andamento.

escort bodrum
bayan escort
turk porno
huluhub.com
porn tube free porn videos porno videos hd porn porn
travesti porno
atasehir escort atasehir escort atasehir escort kadikoy escort kadikoy escort kadikoy escort umraniye escort umraniye escort umraniye escort pendik escort pendik escort pendik escort maltepe escort maltepe escort kartal escort kartal escort kartal escort
teen porn
umraniye escort